A ascensão profissional é o sonho de muitas pessoas que estão no início da carreira. No planejamento de carreira, o cargo de gerente é um dos mais desejados. Além do aumento salarial, quem conquista essa posição se sente mais reconhecido e motivado ao receber responsabilidades mais complexas e dinâmicas na empresa.

Mas você sabe tudo que um gerente precisa fazer? Por ser um cargo de liderança, as tarefas são permeadas por desafios próprios da gestão de pessoas e processos. É necessário desenvolver um olhar analítico, saber delegar atividades e também mediar conflitos.

Quer saber como se preparar para realizar essa função e estar pronto quando surgir a oportunidade no seu local de trabalho? Confira nossas dicas!

1. Comunique suas ambições

Um dos primeiros passos na caminhada para alcançar o cargo de gerente é deixar que seus superiores saibam que você tem essa vontade. Comunicar o interesse é algo muito delicado, afinal, não é interessante chegar para o gerente atual informando que deseja a vaga dele. Entretanto, deixar de expressar essa intenção também não é o ideal.

A dica é nunca deixar a humildade de lado. Converse com o time de recursos humanos e com os seus líderes, diga que está aberto ao crescimento profissional e pergunte o que a empresa considera necessário para isso. Se já houver um plano de cargos, fique atento aos critérios para ascensão e se prepare para desafios maiores.

2. Invista em capacitação

Os resultados que você apresenta na sua função atual contam muito na hora de conseguir uma promoção. Como os líderes já conhecem seu trabalho e sabem como você se relaciona na empresa, fica mais fácil avaliar o seu perfil para o cargo. Entretanto, isso não quer dizer que o currículo deixa de ter um peso importante na etapa de seleção.

Dificilmente um colaborador é promovido se não apresenta diferenciais importantes, como pós-graduação na área. Quem deseja um cargo de gerente deve buscar desenvolver competências de liderança. Fazer uma especialização ou um MBA em gestão é praticamente obrigatório.

Além disso, vale a pena considerar cursos de curta duração para se manter atualizado na área ou ter contato com conhecimentos de outros campos. São úteis, por exemplo, cursos de idiomas e informática. Saber mais sobre habilidades emocionais e comportamentais também é interessante para quem exerce cargos de liderança.

3. Tenha um mentor

Contar com alguém com quem se possa aprender sobre gestão empresarial na prática é um bom caminho. Caso exista na empresa um superior que inspire isso em você, pode ser proveitoso pedir orientação e estabelecer uma relação mais próxima. Assim, é possível acompanhar a rotina de alguém com o perfil profissional que você almeja.

O mentor também não precisa ser um colega do mesmo local de trabalho. Também é viável conversar com gestores de outras empresas ou mesmo aprender sobre as práticas de liderança em eventos e livros. Outra dica relevante é procurar um coach em desenvolvimento e realizar um processo particular de autoconhecimento e mentoria.

4. Peça feedbacks

Uma das principais maneiras de crescer profissionalmente é aproveitar o retorno que você recebe de colegas, clientes e supervisores. Mas isso exige maturidade para aproveitar feedbacks negativos. Afinal, os elogios podem ser bem recebidos, mas não trazem muita oportunidade de crescimento.

São as críticas construtivas que permitem que você avalie rotas profissionais e modifique os comportamentos que possam estar atrapalhando suas metas. Por isso, nunca negligencie uma reclamação ou feedback negativo. Mesmo que seja difícil, escute todas as opiniões contrárias e use-as para melhorar cada vez mais.

Essa atitude é essencial para quem pretende chegar ao cargo de gerente de uma empresa. Alguém não pode conquistar o cargo de liderança sem mostrar capacidade para lidar com as dificuldades, não é? Portanto, lembre-se de acolher as críticas. Quando não entender ou concordar com algo, peça esclarecimentos, mas sem correr o risco de mostrar arrogância.

5. Influencie as pessoas de maneira positiva

Algumas pessoas têm preconceito contra a ideia de que bons relacionamentos ajudam a conquistar melhores posições profissionais. Mas essa é a verdade e não há nada de errado nisso. Afirmar isso não quer dizer que pessoas incompetentes vão alcançar uma função de liderança apenas pela influência pessoal.

Na realidade, o que acontece é que profissionais habilidosos e com capacidade de liderança precisam também exercitar o marketing pessoal e vender seus resultados para os gestores. Ser proativo, oferecer ajuda, saber trabalhar em equipe e se relacionar bem com os colegas são competências indispensáveis a alguém que ocupe um cargo de liderança.

Isso acontece porque faz parte da função do líder influenciar as pessoas, motivá-las para o trabalho e mediar conflitos. Mas como fazer isso sem ter desenvolvido uma boa capacidade de relacionamento? Então, avalie seu marketing e veja como está a sua habilidade nesse sentido.

6. Tenha maturidade profissional

Outra qualidade necessária para gerentes de empresas é a inteligência emocional. Em muitas tarefas, essa característica será mais exigida do que a própria competência técnica para o trabalho. Afinal, um gerente pode delegar atividades técnicas e acompanhar outros colaboradores desenvolverem processos, mas é ele o responsável por avaliar o desenvolvimento de seus subordinados e resolver problemas que eles estejam enfrentando.

O clima organizacional é um assunto sempre presente na vida de quem está no cargo de gerente. Ter dificuldade de relacionamento interpessoal ou enfrentar desafios emocionais — como não conseguir lidar com as diferenças — são fatores que atrapalham o trabalho do líder. Dessa forma, desenvolver habilidades comportamentais é um requisito para se candidatar a promoções na empresa.

7. Prepare-se para os desafios da gestão

Por fim, quem deseja se tornar gerente precisa ter clareza sobre os desafios que vai enfrentar no dia a dia. Você sabia que algumas pessoas se arrependem depois de conquistar um cargo de liderança? Isso provavelmente indica que o profissional não planejou sua carreira com eficiência e não estava preparado para assumir as novas responsabilidades.

Para evitar isso, fique atento às exigências que se apresentam a um gerente. Uma das principais diz respeito à gestão de pessoas. Um cargo de liderança, por mais técnico que seja, sempre prevê o gerenciamento de questões pessoais, como motivação, conflitos etc. Se você não tem afinidade com esses aspectos ainda, é importante buscar capacitação.

Outro ponto desafiador para o gerente é a solução de problemas. Quando você é subordinado, é possível repassar as dificuldades para que o superior resolva. Mas quem deseja ocupar esse cargo precisa saber lidar com os desafios e encontrar soluções efetivas — essa é a essência do trabalho da gestão.

Por fim, no mercado de trabalho atual, o investimento em tecnologia é uma realidade muito presente. Os gestores devem estar sempre acompanhando as tendências e avaliando o impacto de novas ferramentas na produtividade da equipe. Propor o desenvolvimento de sistemas, treinar colaboradores e avaliar processos são tarefas do líder.

Sem dúvida, ocupar um cargo de gerente na empresa é um grande desafio. Entretanto, esse sonho é o que motiva muitos profissionais a darem o seu melhor e se capacitarem sempre mais. Alcançar esse posto e conseguir desenvolver um bom trabalho faz todo o esforço valer a pena!

E então, este post ajudou você a trabalhar para transformar seus projetos em realidade? Aproveite para continuar no blog e ler sobre como conquistar o objetivo de ser um alto executivo!

Escreva um comentário

Share This