Quem ocupa cargos de liderança — ou pretende alcançar esse objetivo no mercado de trabalho — precisa entender a importância da comunicação como ferramenta de gestão. Na verdade, mais do que uma ferramenta ou estratégia, ela é um dos principais fatores envolvidos no trabalho de um gestor.

A função de gestor não exige apenas conhecimento técnico, mas também habilidade de lidar com pessoas e harmonizar as equipes. Assim, um líder precisa, antes de tudo, ser capaz de se comunicar de maneira eficiente e empática. Isso permite maior integração com seus colaboradores e gera mais resultados para a empresa.

Então, que tal aprender a desenvolver ainda mais sua habilidade de dialogar? Confira as informações deste post e veja como colaborar para relacionamentos cada vez mais saudáveis e produtivos no ambiente corporativo!

Qual é o papel da comunicação nas organizações?

Onde existirem seres humanos haverá alguma forma de comunicação. Quando as pessoas precisam estar juntas para realizar metas em comum, que é o que acontece em uma empresa, as habilidades de relacionamento são ainda mais relevantes. Do contrário, fica difícil alcançar um ótimo desempenho.

Em uma organização, a comunicação se divide em, basicamente, 3 tipos:

  • interna — diz respeito ao diálogo entre colaboradores e ao fluxo de informações dentro da empresa;
  • mercadológica — tem relação com o marketing que é feito dos produtos e serviços do negócio;
  • institucional — representa a imagem que a organização constrói para a comunidade externa.

Em menor ou maior grau, todos os funcionários de uma empresa têm responsabilidades com esses três tipos. Mas, para falar da comunicação como ferramenta de gestão, mantemos um foco maior no primeiro grupo: o da comunicação interna. Todo líder de equipe ou setor precisa reconhecer a importância dessa prática para o bom andamento dos processos que estão sob sua supervisão.

A comunicação não cumpre apenas a função de manter os colaboradores informados sobre os processos da empresa. Na realidade, ela é bem mais complexa do que isso, principalmente quando consideramos a relação entre pessoas diferentes no ambiente de trabalho.

Um gestor que se comunica com eficiência consegue articular melhor sua equipe, colaborar com o desenvolvimento de pessoas, evitar e mediar conflitos, além de obter mais produtividade. Para chegar a esses objetivos, é preciso reconhecer que o seu trabalho influencia diretamente a imagem que os colaboradores constroem sobre a empresa — por sua vez, essa imagem é essencial para a motivação do grupo e a redução do turnover.

Nesse sentido, falhas na comunicação como ferramenta de gestão podem gerar não apenas atrasos em relação a prazos ou erros relevantes nos projetos. Elas podem, ainda, causar uma imagem negativa sobre a empresa e prejudicar o clima organizacional, afetando os relacionamentos e os resultados do trabalho.

Como usar a comunicação como ferramenta de gestão?

Depois de falarmos sobre as vantagens da comunicação eficiente e os riscos relacionados à falta dela, chegou o momento de dar algumas dicas de formas que você pode utilizar para melhorar essa característica no seu trabalho. Veja!

Tenha assertividade nos processos

Uma desatenção cometida por muitas pessoas em um processo comunicativo é focar apenas na mensagem que está passando. Para você, que já sabe o que quer falar e os objetivos que têm em relação a isso, as informações parecem muito claras. Entretanto, nem sempre os colaboradores vão entender exatamente o que o gestor quis falar.

Por isso, é importante se preocupar com a assertividade. Procure se certificar de estar sendo o mais claro e objetivo possível, chamando a atenção para os principais pontos da mensagem e usando uma linguagem eficiente. Uma estratégia interessante para testar a efetividade da comunicação é pedir feedback para a equipe ao fim da reunião.

Utilize técnicas de comunicação interna

Existem diferentes formas para fazer uso da comunicação como ferramenta de gestão. Uma das mais usadas é o encontro presencial. Nesse caso, é importante se lembrar de registrar as informações passadas, mesmo em contatos mais rápidos ou informais. Dessa forma, você consegue avaliar melhor os resultados do diálogo.

Outra técnica muito útil no dia a dia de uma empresa é a troca de e-mails. Para comunicações mais importantes ou complexas, deixar registrado dessa forma é uma maneira de garantir a clareza do processo. Além disso, podem ser utilizados também aplicativos de comunicação instantânea — eles promovem mais rapidez e proximidade do que os e-mails.

Engaje colaboradores

Para construir diálogos construtivos, o gestor não pode estar focado apenas na mensagem que deseja passar, mas, principalmente, em quem está na outra ponta da comunicação. Ou seja, é preciso conhecer e engajar seus colaboradores em relacionamentos abertos e empáticos com você e entre eles. Assim, fica bem mais fácil alcançar o sucesso no trabalho em equipe.

Lembre-se sempre de que essa é uma das principais funções de um líder. Muitas vezes, seus colaboradores vão precisar mais da sua ajuda para resolver questões comunicativas e mediar conflitos do que para tirar dúvidas técnicas sobre determinada tarefa.

É possível desenvolver sua capacidade de comunicação?

Percebeu como é complexo usar a comunicação como ferramenta de gestão? Ter habilidades interpessoais é um fator que destaca um bom líder. Por isso, vale a pena adquirir e desenvolver ainda mais essa competência.

Para isso, uma característica fundamental é a empatia. Como o cargo de gestão tem relação direta com a mediação de pessoas, em todos os momentos a rotina exige que você compreenda os diversos pontos de vista de uma situação e seja capaz de entender as pessoas envolvidas nela.

Desenvolver empatia e habilidade de comunicação nem sempre é simples, mas é possível. E uma das principais formas para isso é valorizar os feedbacks que você recebe de colegas de trabalho, supervisores e funcionários. A opinião deles sobre suas atitudes pode ajudar a rever o que precisa ser mudado e fortalecer seus pontos positivos.

Além disso, buscar estudar o assunto é uma forma bastante eficiente de desenvolver suas competências interpessoais. Por exemplo, uma decisão interessante é fazer uma pós-graduação ou MBA em Gestão Empresarial. Cursos sobre negociação e mediação de conflitos também são muito úteis.

Saber explorar a comunicação como ferramenta de gestão é indispensável para quem exerce ou planeja exercer funções de liderança em uma empresa. Afinal, os colaboradores e a organização contam com essa habilidade para contribuir na conquista do sucesso de todos!

E então, o post foi útil para você? Que tal compartilhar estas informações nas suas redes sociais?

Escreva um comentário

Share This