É um cenário comum: anos depois de já ter se formado na faculdade, com alguma experiência no mercado, você sente que precisa aprofundar ainda mais seus conhecimentos, oxigenar as ideias e dar mais um peso no currículo.

Nesse momento, o caminho que você busca pode estar em um MBA em gestão de projetos. Com uma formação transversal, esse curso fornece habilidades profissionais exigidas no mercado de trabalho e que podem ser aproveitadas em diferentes áreas de atuação e em diversos níveis da empresa — do operacional à gestão.

Se você deseja aprimorar o seu pensamento estratégico e quer dar um salto na carreira, está no post certo! Neste artigo, vamos contar como um MBA pode mudar a sua vida profissional. Quer saber mais? Prossiga com a leitura!

Como um MBA pode mudar sua carreira na prática?

É importante ter sempre em mente que uma carreira é uma trajetória profissional. Portanto, há uma ideia de percurso, de algo que vai sendo construído dia a dia. Com isso em vista, você sabe o que é um MBA e como ele se encaixa na sua jornada?

Se o seu desejo é chegar aos cargos de gestão, o Master of Business Administration é o caminho certo para você. Em um MBA com esse perfil, você vai conhecer ferramentas e aprender habilidades para trabalhar com tarefas que exigem tomada de decisão e liderança, tornando você um gestor orientado a resultados.

Veja como o MBA pode atuar na sua carreira:

Promoção de networking

Muitas vezes, por mais que gostemos do local onde estamos trabalhando, é possível reconhecer que aquela empresa já não oferece mais possibilidades de crescimento. Um MBA pode ser o momento ideal para você conhecer novas pessoas com interesses parecidos e começar a enxergar outras possibilidades.

De um trabalho em grupo no curso, pode surgir uma boa parceria para trabalhos futuros, uma sociedade para iniciar uma nova empresa ou um convite para ocupar a tão sonhada vaga de gestão.

Guinada profissional

Algumas companhias têm uma estrutura organizacional muito rígida. Nesses contextos, costuma ser difícil você conseguir se afirmar e provar que pode realizar tarefas de natureza diferente das que já executa. Passar da área operacional para um cargo de gestão, por exemplo, pode ser um desafio enorme.

Se você se pergunta como ser promovido no trabalho, uma pós em gestão de projetos pode ser a ferramenta que estava faltando para fazer com que os seus superiores enxerguem o seu trabalho de outra forma.

Peso no currículo

Algumas instituições têm tanta tradição que ter o nome delas no currículo é um grande diferencial. Um MBA em gestão de projetos da FGV é um exemplo claro disso. Com excelente reputação, os recrutadores sabem que os alunos oriundos desse curso terão os conhecimentos desejados para cumprir muito bem as tarefas.

Por que estudar gestão de projetos?

Antes de falar por que você deveria investir nessa formação, é importante ter certeza de que você sabe muito bem o que é a gestão de projetos. Em termos simples, trata-se do uso de técnicas, ferramentas e habilidades que vão sistematizar as ações para que um objetivo seja alcançado.

Quer um exemplo? Digamos que você precisa mudar a imagem da sua empresa. Esse é o seu projeto. Para gerenciá-lo, você precisa entender quais são seus objetivos secundários, as metas intermediárias, traçar o calendário de execução, elaborar ferramentas de coleta de dados e, também, a mensuração dos resultados.

Uma boa gestão de projetos deve contemplar as seguintes etapas:

  • planejamento total do projeto (definição das etapas e das metas intermediárias e a previsão dos resultados pretendidos);
  • execução;
  • coordenação das ações;
  • conclusão;
  • análise dos resultados.

Quando se tem um objetivo já isolado e delimitado, como o citado no exemplo, fazer esse planejamento pode parecer uma tarefa simples. Mas não se esqueça de que a prática pode ser um pouco diferente do que você havia imaginado e colocado no papel.

O MBA em gestão de projetos vai muni-lo das competências necessárias para não só fazer esses planos, mas também adaptá-los quando as coisas começarem a sair um pouco diferentes do planejado.

Qualquer um pode fazer MBA em gestão de projetos?

Sendo uma área transversal, a gestão de projetos pode beneficiar profissionais de formações diversas — administração, marketing, contabilidade e vendas são alguns campos que podem usar essa metodologia pra gerir seus processos.

No entanto, os MBAs são cursos muito específicos, voltados para um perfil bem delimitado de profissionais. Com, no mínimo, 360 horas/aula, essa pós atende muito bem os alunos que gostam de estudar, mas preferem dedicar-se a assuntos que tenham relação estrita ao seu campo de atuação.

O aluno típico de um MBA também deve gostar de pesquisar e buscar informações além das aulas. Apesar de não ser obrigatório, é desejável ter um bom nível de inglês para conseguir acompanhar os conteúdos mais atuais que, normalmente, são publicados nesse idioma.

O curso é muito procurado por profissionais que pretendem conciliar estudo e trabalho. No MBA da FGV, o processo seletivo é realizado por meio de análises de currículo e de documentos.

Além disso, o candidato deve ter alguns anos de experiência no mercado para aproveitar melhor o curso. Esse tipo de pós-graduação é uma excelente ferramenta de formação para quem deseja se diferenciar no mercado de trabalho.

Veja algumas áreas em que você pode aplicar os conhecimentos de um MBA em gestão de projetos:

Recursos humanos

No RH de uma empresa, há diferentes formas de usar os conhecimentos e as técnicas do gerenciamento de projetos. Confira algumas atividades que podem ser aprimoradas por meio dessa metodologia:

Recrutamento

Em alguns momentos, a companhia precisa contratar um grande número de colaboradores. O processo de admissão pode ser demorado e sair caro, se não houver um controle rigoroso de cada etapa — momento em que a gestão de projetos pode ajudar.

Pesquisa de clima

Um bom ambiente de trabalho é fundamental para que os colaboradores possam dedicar todo o seu tempo e energia somente às tarefas que importam. Por isso, as pesquisas de clima organizacional são fundamentais para verificar como está o ambiente de trabalho. Essa tarefa pode ser encarada como um projeto e pode ser gerida com as técnicas aprendidas em um MBA.

Plano de carreira

Ter uma perspectiva profissional e uma trajetória clara dentro da empresa costuma ser uma reivindicação bastante comum dos colaboradores. Mas a implementação desse processo pode ser complicada, pois envolve grandes mudanças em toda a estrutura da organização. A gestão de projetos aumenta as chances de sucesso da empreitada e torna mais fácil identificar os pontos que mais precisam de atenção.

Marketing

Fazer uma mudança dos investimentos — de offline para online —, aumentar o número de pontos de venda, iniciar um processo de rebranding da empresa — são todos exemplos de projetos de marketing que podem ser otimizados com as técnicas de gestão.

Financeiro

Muitas empresas têm grande dificuldade em fechar seus balanços mensais e acabam consumindo a maior parte do mês nessa tarefa. A gestão de projetos auxilia na identificação dos pontos que podem ser melhorados e onde estão os principais problemas que causam a demora.

Essa forma de gerenciamento do setor financeiro otimiza o tempo da equipe, economizando quantias significativas para a organização.

Vendas

O departamento de vendas de uma empresa está em constante trabalho para identificar novas formas de captar clientes e fidelizar os antigos. Só aí já temos dois exemplos de macro-objetivos que podem se beneficiar das técnicas aprendidas em um MBA.

Quem já atua no gerenciamento de projetos precisa de formação?

O gerenciamento de projetos é mais uma competência — uma maneira de pensar e encarar os processos dentro de uma empresa — do que um caminho acadêmico. Assim, é possível adquirir as habilidades e aprender sobre as ferramentas de diversas formas, até no próprio dia a dia de trabalho.

No entanto, mesmo para quem já trabalha com gestão de projetos recomenda-se fazer um MBA. O primeiro motivo para isso é que uma formação na área ajuda a sedimentar e sistematizar os conhecimentos adquiridos. O profissional também torna-se mais consciente e tem um maior domínio sobre as estratégias traçadas e sobre as decisões que toma.

Além disso, um curso de pós-graduação é uma ótima maneira de oxigenar os conhecimentos, ficar por dentro do que está sendo desenvolvido de mais novo no setor, ter contato com novas ferramentas e novas metodologias, trocar experiência com outros profissionais da área e adquirir ainda mais conteúdos sobre o assunto.

Veja alguns benefícios que o MBA em gestão de projetos traz — e que podem ser aproveitados até pelo profissional que já atua na área!

Mais segurança na tomada de decisões

Quem lida com gestão sabe que tomar decisões é uma parte do trabalho da qual não se pode esquivar. Quanto mais informações você tiver para optar por um caminho para a sua empresa, maiores são as chances de você fazer a melhor escolha.

O MBA em gestão de processos fornece as maneiras mais eficientes de realizar essa coleta de dados, além de ensinar como interpretá-los. Entender para onde o contexto está levando a organização, com base nas análises das métricas e dos relatórios passados, é fundamental para prever cenários futuros e decidir sabiamente o caminho a tomar.

Maior domínio do gerenciamento de riscos

Risco é um fator que não pode ser eliminado na gestão de uma empresa. Toda decisão implica na possibilidade de falhas, erros e até mesmo o insucesso. Por isso, é vital que o gestor saiba gerenciar esses riscos, pesar quais as chances de o caminho escolhido levar ao destino desejado e se os benefícios serão maiores do que as possíveis perdas.

A gestão de projetos tem ferramentas que permitem fazer esse estudo, para que a empresa caminhe sempre em terreno seguro — mesmo com as ameaças presentes. Dominar essas ferramentas significa ter capacidade para tomar decisões mais ousadas, mas que podem levar a ganhos ainda maiores.

Maximização dos recursos

Eficiência, em uma empresa, é concluir uma tarefa, consumindo a menor quantidade de recursos possível. Essa é uma técnica que você dominará por meio das diferentes habilidades desenvolvidas em um MBA de gestão de projetos.

O curso ensina o gestor a localizar possíveis gargalos e a corrigir esses erros. Por exemplo:

  • alinhar as tarefas com os recursos necessários para sua execução — tanto financeiros, como pessoal e de tempo;
  • afinar o rastreamento para identificar pontos em que os recursos estão sendo desperdiçados;
  • melhorar o engajamento das equipes, para que cada funcionário entregue o máximo do seu potencial, diminuindo a necessidade de contratar mais colaboradores para a mesma função.

O que é desenvolvido durante o curso?

O programa de um bom curso da área deve contemplar matérias de diferentes campos do saber, uma vez que os alunos precisam sair capacitados para aplicar a gestão de projetos em vários departamentos da empresa. Da gestão de pessoas ao desenvolvimento de estratégias, o gestor de projetos deve dominar diversas técnicas para alcançar as metas traçadas.

Veja algumas áreas do gerenciamento de projetos que você poderá conhecer mais a fundo durante o curso!

Gerenciamento de Escopo em Projetos

Você já sabe qual é o seu objetivo principal, o prazo e as metas intermediárias. Mas lembrou-se de incluir todas as equipes e todos os colaboradores necessários para que tudo isso seja realizado? Tem certeza de que não envolveu gente demais, consumindo mais recursos do que o necessário?

O gerenciamento de escopo é a disciplina que ensina a identificar todos os recursos indispensáveis para o sucesso do projeto, sem faltar nem sobrar. Isso tem relação com o conceito de eficiência — que é o objetivo de todo o processo.

Gerenciamento de Cronograma de Projetos

Você, certamente, já teve uma obra de reformas que demorou mais do que o previsto. O atraso aconteceu justamente porque o tempo do trabalho não foi bem gerido. Para que seus projetos não tenham o mesmo destino, no MBA de gestão de projetos, você aprenderá a lidar com essa variável de difícil controle — mas é possível saber como usá-la ao seu favor.

Gerenciamento de Custos em Projetos

Digamos que você precise aumentar em 30% o número de pontos de venda da sua marca. Você sabe quanto isso vai custar?

O orçamento de um projeto é uma estrutura complexa, que envolve diferentes esferas. Para não deixar nenhuma delas fora dos planos, o MBA ensina a fazer uma gestão eficiente dos custos de um projeto.

Gerenciamento da Qualidade em Projetos

Você idealiza o projeto, traça as metas intermediárias, calcula os custos, anota tudo no calendário e dá a partida. Mas quem verifica se o processo está saindo de acordo com o planejado?

Para que um projeto não saia do controle — ou para saber lidar com a situação, caso um imprevisto aconteça —, é importante fazer o controle de qualidade. Mais do que fiscalizar se o produto final ficou bom, a responsabilidade dessa área é fazer com que todas as etapas sejam executadas com excelência.

Gerenciamento de Recursos em Projetos

Quando falamos em “recursos”, há muito mais envolvido do que somente o dinheiro. Tempo é um recurso, equipamentos são recursos — até a quantidade de horas de eletricidade que o seu escritório gasta para trabalhar no projeto conta. E todos esses insumos precisam ser administrados de forma exemplar, para que não haja desperdícios e que o seu projeto não tenha carência de nada.

Gerenciamento das Comunicações e Stakeholders em Projetos

Grande parte dos projetos são realizados em equipe. E, para que o objetivo seja alcançado com sucesso, todos precisam estar cientes de seu papel no processo e alinhados com o objetivo final. Além disso, é preciso comunicar às partes interessadas — gestores dos setores envolvidos, investidores, parceiros, fornecedores etc — o que está sendo feito e o que ainda falta.

Para isso, você precisa elaborar um plano de comunicação interna para colocar todos a par da situação nos diferentes momentos do projeto. O MBA fornece todas as ferramentas para você executar essa tarefa com maestria.

Gerenciamento de Aquisições em Projetos

O departamento de compras de uma empresa ou de um projeto é o responsável pela contratação de serviços, negociação de fornecimentos gerais e elaboração e conferência de contratos. E essa área também precisa de um bom gerenciamento.

Desenvolvimento de Carreira

O gestor de projetos pode ser uma figura interna à empresa ou um consultor, que trabalhará com a organização para alcançar um objetivo específico. Se essa for a sua opção de trabalho, você deve saber como construir uma carreira que o leve a objetivos cada vez mais desafiadores.

Gestão de pessoas

O gestor de projetos é, acima de tudo, um líder. É dele a voz de comando que fará com que todos os processos caminhem em harmonia. Para cumprir bem esse papel, o profissional deve dispor de algumas ferramentas de gestão de pessoas, que serão estudadas ao longo do MBA.

Gestão estratégica

Na gestão de projetos, tudo diz respeito a tomar decisões estratégicas para otimizar o uso de recursos e ter um processo eficiente. Portanto, as aulas vão ensinar a raciocinar estrategicamente. Dessa maneira, todas as suas decisões serão tomadas sob esse prisma.

Além desses eixos, o MBA traz conteúdos mais técnicos, como os de economia empresarial, negociação e administração de conflitos, matemática e contabilidade financeira, marketing e outros. A grade do curso é perfeita para quem gosta de ser desafiado e se sente estimulado com as metas.

Quais ferramentas vão ajudar o seu desenvolvimento?

A equipe pode ser a mesma, a empresa, os recursos e as restrições podem ser muito semelhantes. Mas a verdade é que cada projeto é único e tem suas próprias demandas. Alguns requerem até metodologias diferentes. Veja algumas das principais abordagens da gestão de projetos.

Design Thinking

Essa metodologia consiste em aplicar os princípios e as técnicas do design a outros campos, usando a criatividade e a empatia como ferramentas para auxiliar na tomada de decisão. O segredo é colocar-se no lugar do seu cliente e pensar o mundo pela lógica do outro.

Kanban

Desenvolvida pela montadora de carros Toyota, o Kanban é uma técnica utilizada para amortecer o impacto de mudanças na empresa e aumentar a aceitação da nova cultura por parte dos colaboradores.

Um quadro típico dessa técnica possui colunas com tarefas a serem executadas, tarefas em curso e tarefas terminadas. O próprio colaborador muda o status das suas atribuições e pode ver seu progresso facilmente.

PMI

O Instituto de Gerenciamento de Projetos (ou PMI, na sigla em inglês) é a associação de referência em gestão de projetos. Eles possuem uma publicação chamada Project Management Body of Knowledge (PMBOK) — a bíblia do assunto.

O PMBOK estabelece cinco processos para a condução dos projetos:

  1. iniciação;
  2. planejamento;
  3. execução;
  4. monitoramento e controle;
  5. encerramento.

É uma metodologia muito útil para fazer a gestão de projetos maiores, quando as táticas citadas anteriormente não derem conta da complexidade.

Além disso, algumas ferramentas tecnológicas são muito úteis para a gestão, conferindo praticidade, diálogo e conexão entre as partes envolvidas. Veja alguns exemplos:

Trello

Aplicativo usado no computador, tablet ou smartphone, o Trello é uma plataforma que utiliza a metodologia Kanban. Por meio dele é possível organizar as atividades, elaborar o calendário do projeto, atribuir responsáveis pelas tarefas e compartilhar murais.

Dropbox

Plataforma de armazenamento na nuvem que permite guardar arquivos e acessá-los de qualquer computador com internet. Você também pode compartilhar pastas e documentos com outros usuários do Dropbox.

Prezi

Permite elaborar apresentações de maneira fácil e com bom apelo visual. O Prezi oferece ótimas opções de apresentação de dados, gráficos e documentos.

Como obter a certificação internacional PMI?

A certificação internacional PMI atesta que o profissional fez um curso de reconhecimento internacional e está habilitado a trabalhar com a gestão de projetos. Para isso, é necessário preencher os requisitos estabelecidos pelo Instituto e ser aprovado no teste.

Os requisitos para se candidatar à certificação são:

  • formação de, pelo menos, quatro anos como bacharel ou equivalente;
  • mínimo de três anos de experiência na gestão de projetos;
  • mínimo de 4.500 horas em funções de liderança e direção de projetos;
  • 35 horas de formação na área.

O MBA em gestão de projetos capacita você para o teste, fornecendo todo o conhecimento e as habilidades que serão cobradas — tanto no exame como no dia a dia de trabalho. Se você está em busca de ter um diferencial no currículo e de ingressar na área de gestão, esse é o melhor MBA para sua carreira.

Ficou interessado em conhecer mais sobre o curso e mudar a sua vida profissional? Entre em contato com o CEEM e saiba como iniciar essa trajetória. Ficaremos felizes em ter você como nosso aluno!

Escreva um comentário

Share This