Quando os nossos pais estavam no período escolar, o mercado de trabalho exigia como diferencial apenas o diploma do Ensino Superior. Naquela época, os profissionais que concluíam uma faculdade eram vistos como os mais capacitados.

Hoje, porém, um diploma de Ensino Superior já não coloca mais ninguém em plena vantagem em relação aos demais candidatos a uma vaga. Por isso, cursos de pós-graduação estão tornando os currículos ainda mais completos — e, entre eles, destacamos o MBA. Você sabe o que é MBA e como essa formação consegue transformar a sua carreira?

Quer entender mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Por que o mercado de trabalho exige a especialização?

Nas últimas décadas, nós vivenciamos um período de maior democratização da educação no Brasil. Famílias pertencentes às classes sociais menos favorecidas conseguiram matricular os seus filhos em diversas instituições de ensino, aumentando a quantidade de pessoas que concluíram o Ensino Superior.

Essa maior oferta de profissionais no mercado de trabalho ocorreu na mesma época em que a tecnologia dava sinais de avanço. Robôs substituíram humanos em diversas funções e softwares automatizaram processos que antes demandavam tempo e profissionais 100% dedicados.

Assim, o mercado já não consegue ter espaço para todo mundo. Além disso, as inovações tecnológicas e as novas ferramentas exigem profissionais ainda mais especializados, o que abriu um precedente para o surgimento e expansão dos cursos de pós-graduação — como especializações e MBAs. Dessa forma, o mercado vem se encaminhando para a era da ultraespecialização.

Isso não significa o fim das graduações, apenas o melhor aproveitamento delas e o aprofundamento áreas cada vez mais técnicas. Atualmente, exige-se dos profissionais uma postura que reúna a capacidade de aprender continuamente, flexibilidade, resiliência e foco na área de trabalho. Nesse contexto, o MBA se destaca como uma ótima oportunidade de crescimento profissional.

Afinal, o que é um MBA e quais são os seus benefícios?

MBA é uma sigla em inglês que significa Master in Business Administration. Trata-se de um curso voltado para quem deseja — ou necessita — aprimorar os conhecimentos em administração e gestão, obtendo assim uma visão aprofundada sobre o mercado em que atua. Esse curso é muito procurado por empreendedores, líderes, empresários, executivos e gestores.

O Ministério da Educação (MEC) reconhece como MBA o curso que possui, no mínimo, 360 horas. No exterior, os cursos de MBA podem chegar a uma média de 480 horas. As aulas costumam ser ministradas em alguns dias úteis à noite e aos sábados — e algumas disciplinas podem ser ministradas pela modalidade a distância (EAD).

Para se matricular em um MBA, você deve passar por um processo seletivo diferente daquele que ocorre no vestibular. Nesse caso, após demonstrar interesse pelo curso, há uma análise do currículo e entrevista.

O curso coloca o aluno em contato com diversas ferramentas da área de gestão, abrindo espaço para estudos de casos reais do próprio mercado de atuação. Por esse motivo, o MBA é visto como um diferencial na carreira do profissional e oferece especialização em diversas áreas, como Marketing, Saúde, Tecnologia da Informação e Agronegócio.

A conclusão do MBA, na maioria das instituições, ocorre com por meio da produção de um TCC. Sob a orientação de um professor, o aluno redige um trabalho de conclusão sobre algum aspecto abordado no programa — e relacionado à própria área de atuação. Geralmente, é feito um plano de negócios para aplicar na empresa.

Como é um curso que exige experiência no mercado, o MBA não é recomendado para iniciantes na profissão. Trata-se de uma formação voltada para aqueles que já estão no mercado de trabalho há alguns anos e desejam ascender profissionalmente. Por esse motivo, algumas instituições exigem comprovação de experiência na área de formação.

É mais vantajoso fazer uma especialização ou um MBA?

Antes de tudo, é preciso afirmar que o mais vantajoso é que você jamais pare de estudar. A competitividade do mercado exige dos profissionais uma postura de aprendizado contínuo. Por isso, os cursos de pós-graduação são bastante requisitados.

Dessa forma, para saber qual curso é o mais indicado para você, basta fazer uma reflexão sobre a sua própria carreira. Se você está no começo, por exemplo, pode optar por uma pós-graduação antes do MBA. Mas se você já se enquadra no perfil do profissional que já está há mais tempo no mercado, o MBA é a formação mais indicada.

Evite ser aquele profissional que acumula títulos sem ter um sentido para a carreira. Avalie onde quer chegar e faça um planejamento estratégico para identificar todas as formações necessárias para o seu crescimento. Com base nessa análise, escolha o curso que mais se encaixa às suas expectativas e necessidades.

Como o MBA pode turbinar a sua carreira?

O MBA é visto como diferencial na hora de conseguir uma promoção no trabalho e melhorar o valor do salário. Além disso, os conhecimentos e habilidades adquiridos são muito requisitados pelo mercado, tornando o curso relevante para as empresas.

O fato é que muitas companhias ainda encontram escassez de mão de obra especializada, o que aumenta a valorização de quem possui um diploma de pós-graduação. Em áreas como marketing, vendas, TI, negócios, engenharia, finanças, contabilidade e mercado financeiro, a maioria dos executivos formou-se em alguma pós.

Apesar de não ser uma garantia para o sucesso profissional, o MBA é uma das ferramentas que potencializam a carreira, pois pode abrir portas para novas oportunidades e colocá-lo na frente de outros candidatos a uma promoção. Lembre-se de que caminhamos cada vez mais rumo à ultraespecialização. Portanto, ainda é tempo de se enriquecer os seus conhecimentos e garantir um futuro promissor!

Agora que você já sabe o que é um MBA e entende a importância dessa especialização para a carreira, reflita sobre a necessidade de ser um profissional que se mantém constantemente atualizado. Não seja engolido pelo mercado e não perca as oportunidades que o estudo oferece!

Se você gostou do conteúdo, compartilhe este post em suas redes sociais e marque os seus colegas de profissão que também deveriam refletir sobre as próprias carreiras!

Escreva um comentário

Share This