Em um mercado cada vez mais competitivo, dominar conhecimentos técnicos e entregar bons resultados não é mais o suficiente para construir uma carreira de sucesso. Além da dedicação ao trabalho, é preciso cuidar da imagem profissional, ou seja, a impressão que você passa aos seus colegas, superiores e clientes no dia a dia.

A importância da imagem se dá, sobretudo, no primeiro contato com outras pessoas. Antes de conhecerem você, elas não têm ideia sobre sua competência, caráter ou personalidade. Ter atitudes que reforcem essas características é a melhor maneira de se posicionar como um talento diferenciado, que tem muito a oferecer.

Pensando nisso, elaboramos um guia com tudo o que você precisa saber para cuidar da sua imagem profissional, desde o conceito até as melhores práticas. Quer saber mais? É só acompanhar o post!

O que é imagem profissional?

Imagem profissional é um conjunto de qualidades que representam percepções sobre sua competência e personalidade. Em outras palavras, é como as pessoas vão enxergar e lembrar de você no ambiente de trabalho.

Há muitos fatores envolvidos na construção dessa imagem, entre eles:

  • aparência: forma como o profissional se veste e se apresenta aos seus públicos de interesse;
  • reputação: credibilidade do profissional no mercado de trabalho;
  • conhecimento: nível das habilidades técnicas e conhecimento mercadológico da pessoa;
  • postura: atitudes em relação à postura física, forma de andar, cumprimentar os colegas e olhar para as outras pessoas;
  • mentalidade: proatividade, visão positiva das situações e habilidade para solucionar problemas.

Ser bom no que faz é importante, mas há outras atitudes igualmente essenciais para ser bem-visto no mercado. Aspectos comportamentais, como o modo de se vestir, falar e tratar as pessoas vão definir se você age como um profissional dedicado, seguro e de bom convívio diário.

Diferença entre imagem profissional e pessoal

A imagem profissional está profundamente relacionada à imagem pessoal, o que leva muita gente a pensar que as duas expressões significam a mesma coisa. No entanto, há diferenças entre os conceitos, e é preciso conhecê-las para aplicá-los de forma adequada.

Na realidade, a imagem pessoal é um dos componentes da profissional. Trata-se dos elementos que geram a primeira impressão imediata sobre uma pessoa em qualquer contexto, como aparência, linguagem corporal e expressão facial.

Esses três fatores fazem com que os outros criem uma opinião sobre você antes mesmo da primeira conversa. Por isso, é fundamental que eles estejam alinhados à sua verdadeira personalidade e ao ambiente em que se encontra. Veja a seguir mais detalhes sobre cada característica.

Aparência e vestuário

Vestir-se bem não tem a ver com moda, nem com a marca das roupas, e sim com usá-las bem passadas a ajustadas ao seu corpo. Também é necessário adequar-se ao contexto: o visual da balada ou da praia nem sempre cai bem no ambiente de trabalho.

Um estilo mais formal ou descontraído depende muito da cultura da empresa. Contudo, mesmo que o dress code seja flexível, é preciso ter bom senso. No geral, evite sapatos sujos, decotes exagerados e roupas muito curtas, justas ou transparentes. Perfumes fortes demais, bonés e óculos escuros também devem ser dispensados.

Linguagem corporal

A linguagem corporal diz muito sobre a personalidade e o estado de espírito de uma pessoa. Cabeça erguida, tronco ereto e firmeza no aperto de mão transmitem confiança e segurança, seja qual for a situação. Por outro lado, curvar os ombros e desviar o olhar são atitudes que denotam passividade e submissão.

Esses foram apenas alguns cenários que ilustram como a postura física influencia a percepção das pessoas. O ideal é se aprofundar no assunto para saber adequar seu comportamento às exigências do ambiente.

Quer mais um exemplo? Desconhecer a própria linguagem corporal pode fazer você parecer entediado quando, na verdade, está totalmente interessado no que o outro tem a dizer. Imagine fazer isso em uma entrevista de emprego! Por mais qualificado que você seja, suas chances poderão ser reduzidas a zero.

Expressão facial

Se você precisasse pedir informação a um desconhecido, quem escolheria: alguém com a cara fechada ou com um sorriso no rosto? A segunda opção parece muito mais convidativa, certo? Pois isso também se aplica na construção da imagem pessoal.

Adotar uma expressão leve e descontraída ajuda a aproximar as pessoas. Apenas tome cuidado para não forçar sorrisos e soar artificial: o bom humor precisa ser genuíno. Do contrário, em vez de passar uma boa impressão, você corre o risco de causar o efeito oposto.

Todos esses aspectos fazem parte da imagem pessoal, que tem grande influência na rotina de trabalho. No entanto, vale reforçar que a imagem profissional não se resume apenas a isso: depende também de qualificação, comunicação e outros tópicos que serão aprofundados posteriormente neste guia.

Qual é a real importância de construir uma imagem profissional?

Construir uma boa imagem traz diversos benefícios para o profissional, seja em um momento de transição de carreira, crescimento na empresa ou busca por novos desafios. Confira a seguir mais detalhes sobre essas vantagens estratégicas.

Prolongamento da carreira

O profissional que se preocupa com a própria imagem garante que sua carreira seja longa e próspera. Ter a competência reconhecida abre diversas portas no mercado, o que faz com que convites para novos projetos se tornem constantes. Ou seja, quem causa boa impressão só para de trabalhar quando tem vontade.

O prolongamento da carreira não se dá apenas pela capacidade técnica, mas também pelas habilidades sociais. Afinal, ninguém recomendaria uma pessoa que não sabe trabalhar em equipe e enfrentar desafios com otimismo e seriedade. A união entre conhecimento e comportamento é a chave para que sua trajetória esteja sempre em evolução.

Atuação em cargos de liderança

Líderes são profissionais em constante exposição, seja em reuniões, eventos ou aparições na imprensa. Nesses momentos, eles emprestam a própria imagem à marca, por isso devem se preocupar em causar a melhor impressão possível aos seus interlocutores.

Além de representar a organização perante o público externo, a imagem do líder também é fundamental para inspirar a equipe de trabalho e conquistar a confiança dos colaboradores. Com tantos efeitos práticos, esse se tornou um dos maiores critérios para a promoção e contratação de gestores nas grandes empresas.

Solução de crises

Toda empresa está sujeita a crises, por mais que planeje suas ações e procure manter suas práticas alinhadas às necessidades do mercado. Nesses momentos, é preciso colocar na linha de frente profissionais com alta credibilidade, que contem com alta confiança de todos os stakeholders. É aí que entre a importância da imagem profissional na solução de problemas.

Pessoas que transmitem segurança e inteligência são mais hábeis ao explicar situações adversas para clientes insatisfeitos ou contornar problemas com a opinião pública, por exemplo. Com esse suporte, a organização ganha tranquilidade nos bastidores para implementar ações específicas para resolver o caso.

Participação em processos seletivos

A imagem profissional é determinante para o seu sucesso ou fracasso em um processo seletivo. O motivo é simples: todas as etapas do recrutamento se baseiam nas impressões do entrevistador sobre a pessoa que ele avalia.

Ao longo das entrevistas, boa postura e habilidade de comunicação são o grande segredo para passar para as fases seguintes. Na conversa final com o futuro gestor, provavelmente haverá outros candidatos parecidos com você na jogada. Nesse momento, sua imagem será o diferencial necessário para convencer a empresa de que você é a melhor opção.

Solicitações aos gestores

Todo profissional passa por situações em que precisa fazer algum pedido ao seu gestor: seja um aumento salarial, flexibilidade no horário ou liberação de recursos para um novo projeto, só para citar alguns exemplos. Acontece que, se a sua imagem estiver arranhada, o chefe estará muito menos propício a aceitar a sua solicitação.

Por outro lado, profissionais que demonstram boa postura, comprometimento e resultados tendem a contar com maior boa vontade dos gestores nesse tipo de situação. Portanto, faça um esforço diário para ganhar a confiança do seu líder e conseguir tirar proveito disso sempre que necessário.

Como construir uma imagem profissional?

Imagem profissional não é algo que se constrói de uma hora para a outra. Ela deve ser planejada desde os primeiros passos da pessoa no mercado de trabalho e ser alimentada todos os dias, o tempo inteiro.

Cada ação, palavra e decisão tomada na carreira significa uma impressão passada para colegas, gestores e clientes. Veja a seguir quais são as atitudes mais importantes para elaborar uma boa marca no mundo corporativo.

Invista em qualificação

Quem busca constante preparo acadêmico se posiciona como protagonista da própria carreira, o que cria uma ótima imagem profissional. Por outro lado, pessoas que interrompem os estudos transmitem um certo comodismo, além de estagnar o desenvolvimento de suas habilidades.

Investir em qualificação também é uma enorme vantagem competitiva. Imagine a seguinte situação: um recrutador tem duas opções de candidatos com experiências parecidas para preencher uma vaga. No entanto, um tem apenas o diploma de bacharelado, enquanto o outro apresenta certificações recentes sobre estratégias que são tendência no mercado. Fica fácil adivinhar quem será escolhido, certo?

Para se capacitar de forma adequada, escolha cursos alinhados às suas expectativas profissionais. Se você deseja se tornar um líder, o ideal é procurar um MBA. Já para construir uma carreira técnica, uma especialização é a melhor saída. Há, ainda, diversos treinamentos, cursos livres, eventos e workshops, que são extremamente úteis para atualização e enriquecimento do currículo.

Cuide da imagem pessoal

Como já foi dito acima, a imagem pessoal é de extrema importância para a construção da marca profissional. É ela que define a primeira impressão que você vai causar em um contato inicial, por isso é preciso ter cuidado para não cometer erros irreversíveis. Afinal, quando uma pessoa forma um conceito negativo sobre outra, é muito difícil fazê-la mudar de ideia, embora não seja impossível.

Vale ressaltar os três aspectos básicos que compõem uma boa imagem pessoal: aparência, linguagem corporal e expressão facial. Faça o possível para estar sempre bem-vestido e adequado à ocasião, além de adotar uma postura física firme e ereta. Também é importante ter sempre um sorriso no rosto, de modo a criar abertura para novos relacionamentos.

Seja pontual

Ser pontual é uma demonstração clara de comprometimento, o que agrega grande valor à imagem profissional. Profissionais que chegam no horário e entregam suas tarefas no prazo transmitem a mensagem de que respeitam as regras da empresa, prezam por cumprir acordos e, acima de tudo, desejam gerar bons resultados para a organização.

A pontualidade também é uma prova de respeito pelo tempo alheio. Todo profissional sério precisa lidar com alto volume de demandas, o que transforma cada minuto em algo muito precioso. Chegar a uma reunião ou entrevista no horário combinado mostra que você conhece o valor do tempo — tanto o seu, quanto o dos outros.

Tenha uma atitude positiva

A maneira como o profissional encara os fatos do dia a dia é determinante para a qualidade da sua imagem no mercado. Quando a equipe passa por uma situação adversa, você a enxerga como um problema ou desafio? Na hora de definir diretrizes, sua postura é passiva ou proativa?

Tenha calma e “jogo de cintura” quando surgir algum imprevisto, sem entrar em desespero e criar pânico entre os membros da equipe. Também é importante ouvir as opiniões dos outros e chegar a um consenso, buscando a melhor solução para aquela situação.

Esses momentos definem qual impressão você passa às pessoas ao redor: a de alguém otimista, que encara os desafios de forma equilibrada; ou pessimista, que se esconde atrás de desculpas e justificativas. Desenvolver uma mentalidade positiva certamente é o melhor caminho para a sua carreira.

Exponha-se profissionalmente

Como diz o ditado: “quem não é visto, não é lembrado”. Para criar uma boa imagem profissional, você deve expor suas ideias sempre que achar relevante. Seja participativo nas reuniões, sugira soluções criativas e proponha melhorias para a empresa. Dessa forma, todos vão enxergar você como alguém que não tem medo de se posicionar.

No entanto, cuidado para não exagerar. Busque exposição apenas em momentos realmente oportunos, sem se intrometer em assuntos que não lhe dizem respeito ou forçar situações só para se colocar em evidência. Esse tipo de atitude pode arranhar sua imagem em vez de elevá-la.

Preserve sua vida pessoal (e a de seus colegas)

É inevitável que, com o convívio diário, você se identifique e crie laços mais fortes com alguns dos seus colegas de trabalho. Com isso, assuntos pessoais acabam vindo à tona, principalmente em momentos como happy hours ou almoços.

No entanto, essas conversas devem ser reservadas apenas para essas horas. Durante o expediente, evite ao máximo assuntos que exponha sua vida pessoal ou a dos seus colegas. Além de evitar possíveis constrangimentos, manter a sobriedade dos assuntos tratados em serviço agrega profissionalismo à sua imagem.

Seja cordial

Pessoas educadas causam boa impressão em qualquer contexto, e no mundo corporativo não é diferente. Diga “bom dia” ao chegar e “até amanhã” quando sair. Peça ajuda com “por favor” e nunca deixe de agradecer com um “obrigado”. Levante-se da cadeira para cumprimentar as pessoas, com um aperto de mão firme e um sorriso no rosto.

Outra atitude relacionada à cordialidade é o bom humor, que é absolutamente necessário para garantir um bom clima no ambiente de trabalho. No entanto, cuidado com o teor das brincadeiras. A descontração é positiva desde que não sejam feitos comentários ofensivos, que deixem algum membro da equipe incomodado.

Tudo isso é primordial para se posicionar como um profissional respeitoso e capaz de conviver bem em grupo.

Comunique-se de forma adequada

O que você fala e como fala são dois fatores de grande influência no modo como você é percebido. Ser claro e objetivo ao passar sua mensagem é fundamental. Pessoas prolixas, que não vão direto ao ponto, se tornam cansativas e tomam muito do escasso tempo dos seus interlocutores.

Muito cuidado com gírias ou informalidade demais, afinal estamos falando do ambiente corporativo. O oposto também é válido: usar palavras muito rebuscadas pode fazer com que você não seja compreendido.

Outro ponto importante é saber ouvir. Escute pacientemente o que o outro tem a dizer e só então argumente com seu ponto de vista. Ninguém gosta de ser interrompido, e fazer isso com frequência transmite uma imagem egocêntrica e autoritária.

Seja ético

A maioria das empresas possui códigos formais de ética e conduta, que precisam ser estudados e seguidos por todos os funcionários. Muitos lugares, inclusive, oferecem cursos e treinamentos periódicos sobre essas normas internas, a fim de reforçar sua importância e necessidade no dia a dia.

Porém, não é preciso ler o manual para ter uma ideia do que as organizações esperam do time nesse sentido. O convívio no trabalho se baseia nas mesmas regras das nossas outras relações interpessoais. Ou seja, é preciso ser ético a todo momento, pois é isso o que define a qualidade da convivência em grupo, seja qual for a situação.

Muito disso passa pela forma de tratar as outras pessoas. Atitudes preconceituosas, piadas ofensivas e assédio moral ou sexual são inaceitáveis, tanto no trabalho quanto fora dele. O mesmo vale para os cuidados com o espaço físico: mantenha tudo sempre limpo e preserve cada item de uso comum dentro da empresa.

Lembre-se: você só será visto como um bom profissional se agir como um bom cidadão. Sua marca pessoal no ambiente corporativo depende disso.

Seja organizado

Boa organização é uma das habilidades mais escassas nos dias de hoje, sobretudo por causa do alto volume de informações com o qual um colaborador precisa lidar atualmente. Por isso, ser capaz de planejar tarefas e ordenar documentos é um grande diferencial para a sua imagem profissional.

Além de economizar tempo e dinheiro, ao se organizar, você demonstra um grande controle sobre suas tarefas e carreira como um todo. Pessoas vistas dessa forma frequentemente são consideradas aptas para posições de gestão, que exigem esse tipo de competência no dia a dia.

Valorize o trabalho em equipe

A capacidade de trabalhar em equipe é um dos aspectos mais valorizados pelas organizações. Portanto, se você for colaborativo, causará uma ótima impressão em todos os seus colegas e gestores.

Para isso, é preciso saber respeitar a opinião alheia e aceitar quando suas ideias não forem consideradas as melhores para o momento. Conflitos certamente vão ocorrer mais cedo ou mais tarde, portanto é preciso ser hábil para administrá-los.

Oferecer ajuda também é importante, pois mostra que você luta pelos resultados de todo o time, não apenas pelos seus. Da mesma forma, saber pedir auxílio aos colegas é essencial. Você não deve ter como meta brilhar sozinho, e sim contribuir para que tudo funcione de forma harmoniosa e integrada.

Seja expert no que faz

De nada vai adiantar tomar todos esses cuidados se você não se se preocupar em se tornar o melhor na sua profissão. Procure sempre superar as metas e entregar suas tarefas com a maior qualidade possível. Dessa forma, seus gestores e clientes vão enxergar valor no seu trabalho, o que certamente abrirá portas na sua carreira futuramente.

Também é essencial conhecer a fundo os produtos e serviços oferecidos por sua empresa. Compreender o modelo de negócio fará com que seus colegas o enxerguem como alguém interessado e capaz de tomar as rédeas da situação quando necessário.

Turbine seus conhecimentos gerais

Pessoas inteligentes sempre causam impacto positivo nas outras. Portanto, seja antenado nas atualidades e fatos históricos que influenciam na sociedade atual. Leia artigos, acompanhe o noticiário e use seu senso crítico para formar opiniões sólidas sobre assuntos relevantes.

Quando esses temas surgirem em conversas informais, você terá referências e embasamento para contribuir para a discussão. À primeira vista, isso pode não parecer tão importante para a imagem profissional, mas ajuda muito a criar uma boa impressão em quem convive com você no dia a dia.

Chegamos ao fim do nosso manual para cuidar da imagem profissional! Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, é hora de colocar o que aprendeu em prática. Avalie bem cada aspecto citado neste guia e veja quais deles você pode melhorar no seu dia a dia. Assim, certamente você será visto com outros olhos por colegas, clientes, gestores e recrutadores.

Gostou deste artigo? Não se esqueça de compartilhá-lo nas redes sociais! Assim, você ajuda outros profissionais a melhorar sua imagem e conseguir boas oportunidades no mercado de trabalho.

Escreva um comentário

Share This