Durante algum tempo, as pessoas imaginavam que a conclusão de um curso superior era o bastante para ter uma carreira bem-sucedida — e de fato isso era suficiente para conquistar excelentes colocações no mercado. Contudo, essa questão já está superada. É preciso ir muito além para conseguir o emprego dos sonhos.

Os graduados que pretendem atuar no ramo do direito empresarial, por exemplo, devem adquirir competências específicas do mundo dos negócios. A boa notícia é que existem alternativas diferenciadas — LLM em Direito Empresarial, variadas modalidades de pós-graduação; propostas distintas e moldáveis ao foco desejado.

Para um melhor entendimento da alternativa mais benéfica ao seu plano de carreira, abordaremos neste post as principais características do LLM e os seus diferenciais em relação à pós-graduação tradicional. Boa Leitura!

O que é o LLM em Direito empresarial?

O LLM — ou Master in Law — funciona como uma especialização que expõe aos alunos perspectivas de diferentes ordenamentos jurídicos, como o sistema de Common Law adotado nos Estados Unidos e no Reino Unido.

Levando em consideração a participação cada vez mais ativa dos advogados nos processos decisórios e estruturais de uma organização, principalmente diante a globalização da economia, investir no LLM em Direito Empresarial possibilita uma visão mais ampla e acertada sobre o mundo empresarial. O objetivo é garantir que o profissional do direito desempenhe sua função de maneira eficiente.

A experiência do direito internacional pode parecer um tanto desafiadora para quem busca uma colocação no mercado de trabalho, visto que, normalmente, existem muitas diferenças entre o sistema jurídico de um país e outro. No entanto, apesar de o LLM não ser um requisito obrigatório para quem pretende focar na área do Direito Empresarial, vivemos um momento em que as empresas estão negociando com parceiros de todos os lugares do mundo. Portanto, ter esse diferencial poderá abrir muitas portas não somente no seu país, mas também no cenário internacional.

O LLM em Direito Empresarial funciona como um programa de mestrado, cuja duração é de apenas dois semestres. No curso, são desenvolvidos alguns temas como:

  • direito de propriedade intelectual;
  • direito societário;
  • contratos;
  • falência e recuperação judicial;
  • direito dos valores mobiliários, entre outros.

Além disso, devido à abordagem interdisciplinar, o LLM em Direito Empresarial auxilia na construção de uma base de conhecimentos que ultrapassa o campo jurídico, englobando competências nas esferas econômica, financeira e social. A partir da interação com conteúdos teóricos e práticos, o aluno adquire uma habilidade para o gerenciamento de negócios e desenvolve o seu networking. Assim, o LLM é tudo o que o profissional moderno precisa para alcançar o sucesso.

Relação do LLM com o MBA

O LLM em Direito Empresarial corresponde a um tipo de pós-graduação que é conhecido no mercado — o MBA (Master Business Administration). Trata-se de especialização que vai torná-lo um profissional mais completo e preparado para atuar diretamente na gestão de uma empresa — sem ficar limitado à esfera jurídica.

Qual a diferença do LLM e a pós-graduação?

Os cursos de pós-graduação podem ser de dois tipos: lato senso eu especialização, que concentra os estudos em uma área específica; e pós-graduação stricto senso, mestrados doutorados e pós-doutorado.

A primeira modalidade é indicada para aqueles quem desejam se aprofundar em uma área específica e agregar conhecimentos que proporcionam um foco para sua atuação no mercado. Já o segundo tipo tem um direcionamento mais acadêmico. Mas o fato é que ambos concedem um status mais elevado ao profissional. O peso acadêmico entre eles é o mesmo, pois todos consistem em uma continuação dos estudos de quem já concluiu a graduação. Entretanto, existem alguns pontos de distinção.

O primeiro aspecto pelo qual a pós-graduação se diferencia do LLM é em relação à metodologia proposta. O objetivo do LLM é preparar o aluno para a vivência prática, para agir rapidamente diante das situações concretas. O que acontece por meio de:

  • estudo de casos;
  • discussões de doutrina e jurisprudência;
  • trabalhos em equipe;
  • workshops, entre outras atividades que os advogados empresariais normalmente exercem na rotina de seus escritórios.

Já na pós-graduação tradicional, o preparo se dá em torno do embasamento teórico. Outro ponto que merece destaque — e também pode pesar no momento de fazer a sua opção —, é o tempo de duração. Enquanto no LLM ou MBA a carga horária corresponde a, no mínimo, 360 horas/aula, o programa de pós-graduação lato senso pode ultrapassar as 400 horas, algo em torno de 21 meses — e esse prazo é ainda maior no caso das especializações stricto senso.

Especialização em um assunto

Quanto mais específico for o profissional, maiores as chances de desenvolver um trabalho de excelência e tornar-se uma referência dentro do nicho de mercado escolhido. Aos que estão finalizando uma graduação — ou mesmo os que já se formaram há algum tempo, mas decidiram reunir esforços para elevar sua carreira a outro patamar —, é importante ter em mente que ninguém consegue ser absoluto e dominar tudo sobre todos os assuntos. Por isso, o LLM em Direito Empresarial representa um excelente caminho para ganhar expertise dentro do tema.

Desenvolvimento de competências

Encontrar uma colocação no mercado de trabalho não é uma tarefa simples. Porém, o que falta não são as oportunidades, mas sim profissionais qualificados. Nesse sentido, apostar nos cursos de LLM em Direito Empresarial ou MBA e demais pós-graduações vai conferir as habilidades necessárias para suprir essas demandas.

Reciclagem de conhecimentos

Todo nicho de mercado envolve um processo contínuo de atualizações — novas descobertas e tecnologias surgem, e as expectativas dos clientes mudam. E no que diz respeito a área do direito, talvez as leis são alteradas em uma velocidade ainda maior. Isso exige que os profissionais fiquem a par dessas transformações e reciclem seus conhecimentos periodicamente — o que pode ser feito por meio da pós-graduação, MBA ou LLM.

O bom operador do direito tem a consciência de que nada é definitivo. Portanto, para ser bem-sucedido no cenário das empresas, é fundamental continuar aprimorando técnicas e valores, além de ter um diferencial para sair na frente dos concorrentes; características essas que podem facilmente serem adquiridas com o LLM em Direito empresarial.

Agora que você descobriu as vantagens de se tornar um profissional especializado, contate-nos para conhecer os nossos cursos e encontre a solução mais adequada ao seu perfil!

Escreva um comentário

Share This