Prazos a cumprir, cobranças em excesso, insegurança e a competição que cerca o ambiente organizacional. Tudo isso afeta em cheio o profissional, prejudicando sua qualidade de vida e carreira. Mas é possível enfrentar toda a pressão do trabalho sem se abater com a resiliência.

Aprender ou aprimorar essa habilidade de suportar situações estressantes, angústias e frustrações tão comuns no trabalho sem perder o equilíbrio é a chave para o sucesso.

Quer entender melhor o que é resiliência, quais são as características dos profissionais com essa competência e por que ela é importante para o seu crescimento na carreira? Confira este post!

Afinal, o que é resiliência?

O conceito utilizado na Psicologia para designar uma forma de comportamento foi emprestado, na verdade, da física. Isso mesmo! Resiliência indica a capacidade de alguns materiais retornarem à sua forma original mesmo depois de serem submetidos à pressão.

Trazendo essa definição para a rotina do trabalho, é possível entender que profissionais resilientes são aqueles que conseguem administrar bem todas as situações — como estresse e pressão do ambiente corporativo — sem se abater.

São pessoas que se autoconhecem, estão sempre em transformação e sabem como controlar as emoções e até como tirar uma lição das adversidades.

Quais são as características de um profissional resiliente?

A resiliência é um tipo de comportamento e de visão de mundo que só traz ganhos para a carreira e, por isso, é bastante valorizado pelas empresas. Mas qual é a postura do profissional resiliente no dia a dia? Acompanhe:

Pensa positivo

A característica mais marcante de uma pessoa resiliente é, sem dúvida, a positividade. Agir com otimismo é um fator de motivação para o trabalho e para o clima organizacional.

É claro que vão existir pedras pelo caminho, mas conseguir enxergar esses problemas como oportunidades de aprendizado pode contar pontos para o crescimento profissional. Isso porque, no meio da crise, ter essa mentalidade pode ser fundamental para pensar em soluções inovadoras e se destacar no ambiente corporativo.

É flexível

O profissional resiliente está preparado e aberto para diferentes contextos, e essa postura é extremamente necessária hoje porque o mundo do trabalho é muito dinâmico.

Por isso, os gestores buscam pessoas que saiam da zona de conforto, consigam se reinventar e estejam dispostas a enfrentar desafios — seja para atuar em uma função diferente, em novos projetos, com novas tecnologias — ou até mesmo que tenham capacidade para lidar com imprevistos.

Quando você é flexível, consegue ouvir a opinião dos colegas e trabalhar em equipe — inclusive com pessoas com as quais não tenha muita afinidade.

Sabe receber críticas

Muitas pessoas ficam abaladas quando seu trabalho é mal-avaliado, o que pode comprometer seu desempenho e motivação de forma geral. Já o profissional resiliente sabe e até gosta de receber críticas, justamente para conseguir melhorar suas falhas e trabalhar de acordo com as expectativas da empresa.

Tirar uma lição de um feedback negativo é importante para o crescimento profissional. Pode ser a oportunidade para modificar sua postura no ambiente corporativo ou buscar um curso de qualificação — como um MBA (Master in Business Administration) para desempenhar melhor suas atividades.

Tem um bom relacionamento interpessoal

Valorizar a comunicação com os colegas, ser empático, estar mais próximo de sua equipe e ter um relacionamento transparente com cada um contribui para a resiliência no trabalho.

O convívio saudável no ambiente organizacional possibilita conhecer as virtudes e fraquezas dos colegas, o que torna mais fácil antever alguns cenários de tensão e saber como lidar com eles sem se abalar ou prejudicar o seu trabalho.

Cultiva a autoconsciência

O profissional que se autoconhece tem clareza de suas reações diante de diferentes cenários e aprende a se comportar de forma adequada mesmo nas situações de maior tensão. É o saber “respirar fundo” antes de dar uma resposta atravessada, por exemplo.

Esse autoconhecimento é adquirido com a maturidade, com o feedback dos colegas e pessoas mais próximas e com a vontade de se tornar uma pessoa melhor — tanto na vida pessoal quanto profissional.

Demonstra humildade

A pessoa resiliente entende que é impossível trabalhar sozinha, ou seja, considera a ajuda de outros colegas bem-vinda e necessária para melhorar os resultados de um projeto.

Esse profissional também sabe reconhecer a importância do trabalho alheio para o sucesso da empresa e tem a capacidade de admitir suas falhas.

Por que essa competência é tão importante para o sucesso?

Quando pensamos em sucesso no trabalho, o primeiro fator que vem à mente é a qualificação e experiência do profissional, certo? Realmente, um currículo completo é um diferencial.

No entanto, não basta apenas ser especializado em uma área e trabalhar com perfeição se você perde o equilíbrio no meio de uma reunião por conta de uma discordância com um colega.

Por isso — além de toda a capacitação técnica do profissional —, é necessário que ele seja resiliente para conseguir lidar bem com circunstâncias adversas e seguir em frente com seu trabalho. Somente dessa forma é possível construir uma trajetória ascendente na carreira.

Cargos de liderança e gestão

Aliás, profissionais resilientes são os mais adequados para assumirem cargos de liderança e gestão, pois conseguem ter um relacionamento saudável com sua equipe e também com os clientes, administrando com tranquilidade os momentos de estresse.

A tensão é inevitável no mundo corporativo, sendo assim, quem é resiliente tem mais qualidade de vida, pois sabe separar a vida profissional da pessoal. Consegue, portanto, resolver os conflitos no trabalho e aproveitar os bons momentos com amigos e família quando sai do escritório.

Com isso, é possível relaxar e ter uma boa noite de sono para acordar cheio de energia e motivação para o expediente no dia seguinte.

Viu só como a resiliência é a chave para o sucesso? Saber lidar com crises e fracassos certamente vai trazer crescimento pessoal, o que impactará diretamente na sua carreira. Por isso, a dica é enxergar os momentos de tensão no trabalho como uma oportunidade única de aprendizado.

Gostou de saber como a resiliência é importante para o ambiente corporativo? Quer receber outros posts sobre carreira e sucesso profissional? Assine a nossa newsletter e tenha em seu e-mail conteúdos atualizados!

 

Escreva um comentário

Share This