IMPORTANTE: o texto desta pauta não deve ser postado automaticamente pela funcionalidade da plataforma. Você deve atualizar o texto já postado (no link acima) com o novo conteúdo, sem mudar o link. Qualquer dúvida, só dizer nos comentários ou pelo chat da plataforma.

 

Quando os nossos pais estavam no período escolar, o mercado de trabalho exigia como diferencial apenas o diploma do ensino superior. Naquela época, os profissionais que concluíam uma faculdade eram vistos como os mais capacitados e praticamente ninguém sabia o que é MBA.

Hoje, ainda que seja uma conquista ter uma formação superior, esse tipo de graduação já não coloca um candidato em plena vantagem em relação aos demais. Os cursos de pós-graduação estão tornando os currículos ainda mais completos — e, entre eles, destacamos o MBA.

Quer entender mais sobre esse tipo de formação e descobrir como transformar a sua carreira? Continue a leitura deste artigo!

Por que o mercado de trabalho exige a especialização?

Nas últimas décadas, nós vivenciamos um período de maior democratização da educação no Brasil. Famílias pertencentes às classes sociais menos favorecidas conseguiram matricular os seus filhos em diversas instituições de ensino, aumentando a quantidade de pessoas que concluíram o ensino superior.

Essa maior oferta de profissionais no mercado de trabalho ocorreu na mesma época em que a tecnologia dava sinais de avanço. Robôs substituíram humanos em diversas funções, e softwares automatizaram processos que antes demandavam tempo e profissionais 100% dedicados.

Assim, o mercado já não consegue ter espaço para todo mundo. Além disso, as inovações tecnológicas e as novas ferramentas exigem profissionais ainda mais especializados, o que abriu um precedente para o surgimento e expansão dos cursos de pós-graduação — como especializações e MBAs.

Dessa forma, o mercado vem se encaminhando para a era da ultraespecialização. Isso não significa o fim das graduações, apenas o melhor aproveitamento delas e o aprofundamento de áreas cada vez mais técnicas.

Atualmente, exige-se dos profissionais uma postura que reúna a capacidade de aprender continuamente, flexibilidade, resiliência e foco no seu campo de trabalho. Nesse contexto, o MBA se destaca como uma ótima oportunidade de aprendizado e de crescimento profissional.

Afinal, o que é MBA?

MBA é uma sigla em inglês que significa Master in Business Administration. Trata-se de um curso voltado para quem deseja — ou necessita — aprimorar os conhecimentos em administração e gestão, obtendo assim uma visão aprofundada sobre o mercado em que atua.

Logo, esse tipo de curso é muito procurado por empreendedores, líderes, empresários, executivos e gestores. Aqui no Brasil, o Ministério da Educação (MEC) reconhece como MBA o curso que possui, no mínimo, 360 horas. No exterior, os cursos podem chegar a uma média de 480 horas.

Como funciona o curso?

Em geral, as aulas costumam ser ministradas em alguns dias úteis no período noturno e aos finais de semana, pois entende-se que os alunos já têm a rotina comprometida com as atividades da vida profissional.

Existe também a opção pela modalidade de educação a distância (EAD), que facilita o acesso de muitos estudantes aos cursos que atendem aos interesses de cada um. Nesse caso, as aulas e todo o conteúdo são transmitidos por uma plataforma online.

Para se matricular em um MBA, você deve passar por um processo seletivo diferente daquele que ocorre no vestibular. Após demonstrar interesse por um curso específico, há uma análise do currículo e entrevista.

Outro detalhe importante a respeito de um MBA é o fato de exigir certa experiência no mercado, não sendo recomendado para iniciantes na profissão, já que é uma formação voltada para quem já tem uma bagagem profissional e deseja alavancar a carreira. Por esse motivo, algumas instituições exigem comprovação de experiência na área de formação.

Sendo aprovado, o aluno começa os estudos e, ao final, deve preparar o seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) para garantir a certificação. Nesse caso, sob a orientação de um professor, é preciso redigir um trabalho sobre algum aspecto abordado no programa e relacionado à própria área de atuação. Por exemplo, fazer um plano de negócios para aplicar na empresa é uma das alternativas mais exploradas pelos estudantes.

O curso coloca o aluno em contato com diversas ferramentas da área de gestão, abrindo espaço para estudos de casos reais do próprio mercado de atuação. Por esse motivo, o MBA é visto como um diferencial na carreira do profissional e oferece especialização em diversas áreas, como Marketing, Saúde, Tecnologia da Informação e Agronegócio.

Quem pode fazer um MBA?

O principal pré-requisito para uma pessoa concorrer a uma vaga de um MBA é ter concluído um curso superior, afinal de contas, estamos falando do nível de uma pós-graduação.

Outro critério importante está relacionado à experiência profissional do candidato. Como já foi citado, é natural que as instituições de ensino superior façam esse tipo de avaliação para selecionar os estudantes que estão mais preparados para o curso.

Quais são os benefícios de se fazer um MBA?

Essa é uma dúvida comum para muitas pessoas que estão pensando em investir na sua formação, mas ainda não sabem o que escolher. Veja alguns dos maiores benefícios de fazer um MBA listados abaixo:

Desenvolver novas habilidades

O mercado de trabalho é muito dinâmico e competitivo, o que exige que os profissionais que desejam se sobressair tenham que correr atrás do desenvolvimento de novas competências. O MBA é uma chance de despertar essas habilidades, especialmente daquelas ligadas às funções administrativas e gerenciais.

Ganhar o título de especialista

Em um curso de graduação, é praticamente impossível aprofundar o conhecimento sobre todos os temas estudados. Na verdade, cada área possui os seus segmentos e a formação é realmente generalista.

Diante disso, fazer uma especialização é importante para aprender a dominar uma área específica. Com um estudo mais direcionado, o aluno pode dedicar o seu tempo a se tornar um especialista e, de fato, conquistar esse título para o seu currículo.

Melhorar as oportunidades profissionais

Ter uma capacitação diferenciada é uma porta de entrada para alcançar melhores oportunidades no mercado, sobretudo para quem visa cargos de gestão. É natural que as empresas coloquem pessoas mais preparadas para ocupar funções privilegiadas — e que, consequentemente, oferecem uma remuneração melhor.

Fazer networking

Uma boa rede de relacionamentos também pode ser um grande diferencial para alavancar a sua carreira. Como o MBA reúne profissionais de um segmento, interagir com os colegas e professores é capaz de trazer ótimos frutos. Não só pela chance de ganhar uma indicação valiosa, mas também pela troca de ideias e experiências com todos.

Qual é a diferença entre especialização, MBA e mestrado?

É claro que fazer um MBA não é a única alternativa de pós-graduação. Os mestrados e especializações também são muito procurados. Contudo, estar ciente das diferenças entre eles é imprescindível para que você faça a escolha certa.

O mestrado é mais indicado para quem tem o desejo de seguir a carreira acadêmica, seja como professor, seja como pesquisador. Esse é um curso stricto sensu, que possivelmente vai demandar dedicação em tempo integral do aluno durante aproximadamente dois anos.

Por sua vez, as especializações são mais conhecidas como pós-graduações. O estudante se torna um especialista na área escolhida depois de concluir os estudos, sem precisar comprovar sua experiência de atuação para ser aprovado. Para muitos, é uma oportunidade de aprender sobre algo diferente para redirecionar a carreira.

Enquanto isso, os MBAs têm as características particulares que já citamos aqui, como o foco nos processos gerenciais e a exigência de uma certa maturidade profissional.

É mais vantajoso fazer uma especialização ou um MBA?

Antes de tudo, é preciso afirmar que o mais vantajoso é que você jamais pare de estudar. A competitividade do mercado requer uma postura de aprendizado contínuo. Por isso, os cursos de pós-graduação são bastante requisitados.

Dessa forma, para saber qual curso é o mais indicado para você, basta fazer uma reflexão sobre a sua própria carreira. Se você está no começo, por exemplo, pode optar por uma pós-graduação antes do MBA. Mas se você já se enquadra no perfil de quem já está há mais tempo no mercado, o MBA é a formação mais indicada.

A verdade é que é bom evitar ser aquele profissional que acumula títulos sem ter um sentido para a carreira. Avalie aonde quer chegar e faça um planejamento estratégico para identificar todas as formações necessárias para o seu crescimento.

Com base nessa análise, escolha o curso que mais se encaixa em suas expectativas e necessidades. Nunca ache que você não tem mais o que aprender!

Como o MBA pode turbinar a sua carreira?

O MBA é visto como um diferencial na hora de conseguir uma promoção e melhorar o valor do salário. Além disso, os conhecimentos e habilidades adquiridos são muito requisitados pelo mercado, tornando o curso relevante para as empresas.

O fato é que muitas companhias ainda encontram escassez de mão de obra especializada, o que aumenta a valorização de quem possui um diploma de pós-graduação. Em áreas como Marketing, Vendas, TI, Negócios, Engenharia, Finanças, Contabilidade e Mercado Financeiro, a maioria dos executivos tem esse diferencial.

Apesar de não ser uma garantia para o sucesso profissional, o MBA é uma das ferramentas que potencializam a carreira, pois pode abrir portas para novas oportunidades e colocá-lo na frente de outros candidatos. Lembre-se de que nunca é tarde para enriquecer os seus conhecimentos e garantir um futuro promissor!

Agora que você já sabe o que é MBA e entende a importância dessa especialização para a carreira, reflita sobre o assunto para não ser engolido pelo mercado e ficar cada vez mais distante dos seus sonhos.

Para avaliar melhor as suas oportunidades, aproveite para conhecer os cursos de MBA do CEEM e escolher qual deles tem mais a ver com o seu perfil!

Escreva um comentário

Share This