Profissionais de alto escalão e posições de liderança costumam ser contratados por headhunters, que têm abordagens específicas e experiência para encontrar esse tipo de talento. Eles usam técnicas e ferramentas para conseguir ler os candidatos e prever como aquela pessoa vai se comportar no futuro ambiente de trabalho. 

Se você deseja passar por um processo de contratação com um desses caçadores de talentos, este post é leitura obrigatória. Aqui, revelamos 11 segredos que os headhunters não contam quando estão selecionando.

Quer saber mais e ter essa vantagem na próxima corrida rumo ao emprego dos sonhos? Venha conosco e boa leitura!

1. Capriche no seu LinkedIn

O ponto de partida para a busca de talentos por parte dos recrutadores é o LinkedIn. Portanto, esse é um ótimo canal, se você deseja ser descoberto por um caçador de talentos.

Mantenha seu perfil atualizado e completo — e justifique gaps entre empregos. Se o headhunter não conseguir encontrar todas as informações de que precisa em seu perfil, ele logo vai passar para o próximo candidato na fila.

2. Foque nas palavras-chave

Headhunters usam palavras-chave para fazer a busca pelos perfis para vagas que precisam preencher. Por isso, é muito importante descrever as suas atribuições profissionais e suas experiências. Mais do que quantidade de informação, o melhor é escolher bem as palavras que vai usar para ser preciso na mensagem.

3. Acerte na apresentação do CV

Algumas dicas — como reduzir seu currículo a somente uma página e listar suas experiências profissionais organizadas em ordem cronológica — já são o básico para elaborar um bom currículo. Porém, é preciso se preocupar também com a formatação desse documento.

Utilize uma fonte de boa leitura (os designers e especialistas em recrutamento recomendam a Helvética, por ser uma fonte “limpa” e clássica), não exagere nos negritos, itálicos e sublinhados e não coloque foto — a menos que você esteja pleiteando uma vaga em algum país da União Europeia, onde a prática de colocar foto no CV ainda é relativamente comum.

4. Seja honesto

Essa dica pode parecer óbvia, mas muita gente ainda comete o erro de mentir no currículo. Apesar de parecer tentadora a ideia de dar uma exagerada nas suas capacidades, a estratégia pode sair pela culatra, pois headhunters são treinados para investigar informações de candidatos.

Uma mentira descoberta no seu CV coloca em xeque toda a sua credibilidade enquanto profissional. Então, em vez de dizer que sabe coisas que não domina realmente, prefira reconhecer suas limitações. Caso seja questionado, garanta que vai se dedicar para cobrir essas lacunas.

5. Use a sua inteligência emocional

Grande parte da rotina de um headhunter consiste em fazer ligações — muitas vezes, para candidatos que eles já sabem não ser a melhor opção para o cargo. Além disso, esses profissionais costumam sempre estar sob grande estresse e pressão.

Por isso, se um caçador de talentos for um pouco ríspido com você ao telefone ou em uma entrevista de emprego, não perca a linha! Lembre-se que do outro lado da linha ou ali mesmo, na sua frente, está uma pessoa. Respire fundo e responda com inteligência emocional, dando mostras de como você domina essa habilidade.

6. Invista na sua formação

Os cargos mais altos na hierarquia das empresas são ocupados por pessoas cada vez mais qualificadas e com formações mais consistentes. Por isso, se você deseja concorrer a uma vaga de gestor, é fundamental investir na sua formação. Um MBA pode ser um excelente caminho para adquirir e exercitar as habilidades que os headhunters procuram — como uma mentalidade orientada para a resolução de problemas, o planejamento estratégico e a resolução de conflitos. Ao investir em uma pós, você vai se atualizar sobre temas relevantes para o mundo corporativo — como marketing, gestão de projetos — e também em assuntos técnicos — como sistema tributário.

7. Acerte no dresscode

Todo mundo sabe que deve se vestir bem para uma entrevista de emprego. Mas há uma linha tênue entre estar bem-arrumado e estar arrumado demais para a ocasião. Se você tem dúvidas se terno e gravata não combina com a organização onde deseja começar a trabalhar, use as redes sociais ao seu favor. Entre nos perfis da empresa e procure por fotos de funcionários que trabalham lá. Quando achar, repare como eles estão vestidos e use essa informação para acertar no seu dresscode para a reunião.

8. Pense em sua apresentação como um todo

Para deixar uma boa impressão, além da roupa, você também precisa prestar atenção na forma como se apresenta. Atente para a sua fala, tom de voz, postura corporal e expressões que usa para transmitir as ideias. Tudo isso faz parte da sua apresentação e, com certeza, terá um impacto na decisão do recrutador.

9. Faça uma boa pesquisa sobre a empresa

Os caçadores de talentos são profissionais contratados especificamente com o objetivo de encontrar uma pessoa para ocupar determinada vaga. Isso significa que eles não conhecem a empresa em profundidade — e não vão conseguir responder às suas dúvidas sobre a rotina ou o ambiente de trabalho, por exemplo.

Antes de ir para a entrevista, faça uma boa pesquisa sobre a organização. Entre em suas redes sociais, leia os comentários nas postagens, veja vídeos, leia tudo que estiver disponível no site. Assim, além de ter uma ideia de como é a empresa por dentro, você ainda vai mostrar ao recrutador que fez o seu dever de casa.

10. Procure feedback de outras pessoas

É importante lembrar que o headhunter trabalha para a empresa que o contratou para preencher uma vaga. Isso explica por que, na maioria das vezes, você não terá uma explicação sobre o motivo de não ter sido selecionado.

A empresa pode ter achado que você não é tão bom trabalhando em equipe, ou que não saberia lidar bem com os stakeholders da organização. Mas o headhunter não vai falar isso diretamente. Por isso, o melhor a fazer é pedir feedbacks mais generalistas para outras pessoas com quem você já tenha trabalhado — outros recrutadores, chefes ou até um coach.

11. Agradeça e respeite o espaço do recrutador

Uma ótima prática para que você fique na memória do headhunter é enviar um e-mail de agradecimento pelo tempo e pela atenção, logo após uma entrevista de emprego. Depois, é importante dar espaço para a pessoa pensar. Esse gesto pode ser pequeno, mas demonstra que você é alguém que é atento aos detalhes e é capaz de construir uma boa relação com as pessoas com quem trabalha. Paralelamente, você demonstra também que é respeitoso e que confia no trabalho desse profissional.

Essa postura também deve ser observada ao receber uma ligação ou um e-mail dizendo que você não foi selecionado para a vaga. Agradeça pela atenção e diga que foi um prazer conhecer o recrutador pessoalmente. Isso vai deixar uma boa impressão, aumentando as chances de ser lembrado em oportunidades futuras.

Participar de um processo de contratação conduzido por um headhunter é um marco na carreira. Uma vez que as habilidades desses especialistas só são usadas na seleção de pessoas para posições estratégicas da empresa, estar na mira de um caçador de talentos significa que você já se encontra nesse patamar. Continue fazendo um bom trabalho e logo será convidado para uma reunião com um desses recrutadores! 

Para receber mais dicas de como se tornar um profissional requisitado por headhunters, siga nossos perfis nas redes sociais. Estamos no Facebook, LinkedIn, Twitter e Youtube.

Escreva um comentário

Share This